quinta-feira, 18 de maio de 2017

Sobre o PSDB

Rede e PSOL protocolaram nesta quinta-feira (18), no Conselho de Ética do Senado, representação em que pedem a cassação do mandato parlamentar do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG).

Por meio das redes sociais, Aécio Neves anunciou o seu afastamento da presidência do PSDB a fim de priorizar a sua defesa diante das acusações apresentadas. Confira a nota:


O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, também por meio de nota, defende que a solução para a grave crise atual deve dar-se no absoluto respeito à Constituição. E ainda que deve ser dada ampla publicidade às gravações e que "os atingidos por elas têm o dever de se explicar e oferecer à opinião pública suas versões. Se as alegações de defesa não forem convincentes, e não basta argumentar são necessárias evidências, os implicados terão o dever moral de facilitar a solução, ainda que com gestos de renúncia. O país tem pressa. Não para salvar alguém ou estancar investigações."

O novo presidente nacional do PSDB será o senador Tasso Jereissati e não o deputado Carlos Sampaio. E já como presidente interino da sigla, Tasso emitiu nota defendo que  quatro ministros da sigla que permaneçam em seus respectivos cargos, enquanto o partido, assim como o Brasil, aguarda a divulgação do conteúdo das gravações dos executivos da JBS.


Por meio das redes sociais, o tucano carioca, deputado Luiz Paulo, defende o afastamento de Aécio Neves do partido, bem como a renúncia de Temer a eleição das Diretas Já!

video

O prefeito de São Paulo, o tucano João Dória, se mostrou perplexo com os fatos revelados, mas entende que é preciso serenidade e respeito à Constituição para proteção ao Brasil.

video

O TNF entende que acima de siglas partidárias, o Brasil em primeiro lugar! A Lava Jato está passando o Brasil a limpo! Até que enfim! E que Deus nos proteja!

Nenhum comentário: