terça-feira, 30 de junho de 2015

13º Festival de Inverno de Nova Friburgo


Programação de quinta, sexta e sábado:

02 de julho, quinta

18h –Lançamento da Rádio Festival e Inauguração da Iluminação do Parque São Clemente
19h – Foyer do Teatro - EXPO VILLA LOBOS
20h - Teatro - Abertura 13º Festival de Inverno de Nova Friburgo
Trio Capitu (fagote, flauta e oboé). Sofia Ceccato - flauta/flautim - Débora Nascimento – fagote -  Janaína - Perotto – oboé/corne inglês


Programa: - Nilson Vieira - Anderson Alves- W.A. Mozart - Marcos Lucas - Chiquinha Gonzaga (arranjo: Isaias Ferreira) - Heitor Villa-Lobos (arranjo: Dhyan Toffolo)

03 de julho, sexta

13h às 21h – Rádio Festival com o melhor da música clássica
15h – 17h15 – Teatro
TDA Vídeo Arte Festival – A GERSHWIN NIGHT –ORQUESTRA FILARMONICA DE BERLIM & MARCUS ROBERTS TRIO. Regência: SEIJI OZAWA. Concerto ao vivo em Waldbuhne (Berlim-Alemanha). 129 min

18h às 22h – Um festival de luzes no Parque São Clemente
18h – Foyer do Teatro - EXPO VILLA LOBOS
19h – Teatro - Quarteto da Guanabara (2 violinos, viola e violoncello)
Daniel Guedes e Maressa Portilho, Violinos - Daniel Albuquerque, Viola - Márcio Mallard, Violoncelo

Programa: - Joseph Haydn - Heitor Villa-Lobos – Samuel Barber – Tom Jobim (arr. Mario Ulloa) – Freddie Mercury (arr.Oswaldo Carvalho)

04 de julho, Sábado

13h às 21h – Rádio Festival com o melhor da música clássica
14h às 16h40 – Teatro - TDA Vídeo Arte Festival – O FANTASMA DA ÓPERA – no ROYAL ALBERT HALL – Celebrando 25 anos em cena - 159 min

18h às 22h – Um festival de luzes no Parque São Clemente
19h – Foyer do Teatro - EXPO VILLA LOBOS
20h – Teatro - Duo Geisa Felipe e Luis Leite (flauta e violão)
Programa: - Jacob do Bandolim - Edu Lobo e Chico Buarque - H. Villa-Lobos - Tom Jobim – Hermeto Paschoal - Egberto Gismonti – Pixinguinha - Ernesto Nazareth

ExpoAção: Artistas Visuais de Nova Friburgo

No dia 01 de julho, quarta-feira, às 15h, será lançada na Usina Cultural, a Expo Ação, um movimento que surgiu em Nova Friburgo através da união de artistas locais e tem como objetivo principal, fomentar a cultura através da arte. A exposição que, conta com o apoio da Associação Comercial, pode ser visitada de terça a sábado, das 13h às 18h.

“Pátria educadora” é incapaz de cumprir metas do Plano Nacional de Educação, alerta deputado

Um ano após a sanção do Plano Nacional de Educação (PNE), nenhuma das metas foi cumprida, o que causa preocupação em quem lutou pela aprovação. O deputado Izalci (PSDB/DF) acredita que, no atual ritmo, o governo não conseguirá implementar o plano em sua totalidade e alcançar as metas estabelecidas. Na verdade, os brasileiros da “pátria educadora” não têm nada o que comemorar, pois o setor tem sido um dos mais maltratados pelo governo da presidente Dilma e uma das vítimas preferenciais do arrocho recessivo em marcha.

Nossa preocupação é que esse plano, na prática, não seja transformado apenas num plano de intenção. Precisamos acompanhar para que seja executado. Mas o que nos deixa apreensivos é em função dos cortes no orçamento e da não priorização”, alerta Izalci.

As primeiras exigências da lei, que deveriam ser cumpridas nesse primeiro ano de vigência, não foram executadas de forma satisfatória, na visão da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, que lançou esta semana um manifesto em que define a situação do plano como “inquietante”. “Lamentavelmente, a qualidade de implementação do PNE é muito baixa”, diz o documento, que agrega a opinião de inúmeras entidades.

Em audiência na Câmara, o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, afirmou na última quinta-feira (25) que 90% dos estados e municípios cumpriram a meta estabelecida de elaborar planos locais de educação, de acordo com os objetivos contidos na lei federal. Ribeiro garantiu que o ajuste fiscal não afetará a área.

Mas os números mostram que a educação não é prioridade. Izalci afirma que, se não aumentarem os recursos, as dificuldades para tirar o plano do papel serão cada vez maiores. Na contramão do que declarou o ministro, a educação foi uma das mais afetadas com o arrocho fiscal promovido pelo governo do PT: perdeu R$ 9 bilhões da receita prevista para este ano (cerca de 13% do total).

Com menos recursos e com a derrocada de programas já implementados, Izalci afirma que a tendência é governo não conseguir concretizar as metas do plano em tempo hábil. Como afirma o Instituto Teotônio Vilela, órgão de estudos do PSDB, a dificuldade no caminhar lança sombras sobre os objetivos mais ambiciosos que estão pela frente, como, por exemplo, colocar pelo menos metade das crianças de até três anos em creches até 2016 – um déficit hoje de pelo menos 2,5 milhões de vagas. Idem em relação à meta de levar 1,6 milhão de jovens de 14 a 17 anos que estão fora da escola para as salas de aula até o ano que vem.

Para atingir as metas, se não houver crescimento do recurso vai dificultar a execução do plano. Algumas metas podem ficar comprometidas se não derem uma atenção especial ao plano. Por enquanto só tem o slogan. Precisa transformar esse plano em realidade”, alerta o tucano.

Izalci lembra que até mesmo o que já foi vitrine do governo desmoronou. No Fies, os estudantes foram submetidos a regras restritivas de acesso por determinação de Dilma. Oficialmente, quase 180 mil alunos deixaram de ser atendidos, mas a projeção é de que o número chegue a meio milhão até o fim do ano. O Pronatec sequer foi oferecido neste ano. As primeiras turmas só devem ser abertas em julho, já sob o peso da decisão do governo de cortar as vagas disponíveis a um terço do que foi ofertado em 2014, no menor patamar desde o lançamento do programa, em 2011.

 “Para atingir as metas estabelecidas no crescimento dos alunos no ensino superior sem utilizar e incrementar o Fies será muito difícil, assim como se não houver incremento na educação à distância. Além das dificuldades em relação aos royalties, pois a Petrobras está sem capacidade de investimento e, consequentemente, vai reduzir a questão dos royalties, que era a esperança de recuperar esse déficit da educação e executar o plano. Há uma apreensão nesse sentido”, diz o deputado.

Matéria disponível em áudio: Clique aqui

Reportagem: Djan Moreno

Queniano vence 42ª Corrida Rústica de São João Batista em Macuco

Prefeito dobra a premiação dos corredores macuquenses

Criada para incentivar a prática do atletismo, difundir o nome de Macuco e incentivar os moradores a defender o amor pela terra e os direitos legais quanto aos seus verdadeiros limites territoriais, a Corrida Rústica de São João Batista tornou-se um dos maiores e mais atrativos eventos do gênero no interior fluminense.

A cada ano, a competição é disputada por atletas de renome internacional, como Márcia Narloch, campeã nacional de maratonas, e Damião Anselmo de Souza, vencedor da Corrida Rústica de São João Batista no ano passado e detentor de títulos como as Meia Maratonas de São Paulo, Belo Horizonte e Brasília.

A 42ª Corrida Rústica de São João Batista esse ano ocorreu, como reza a tradição, em 24 de junho, dia do padroeiro. Dezenas de corredores enfrentaram o difícil percurso de dez quilômetros, tendo a largada na entrada da Fábrica de Cimento Holcim e a chegada na Praça Professor João Brasil, no centro da cidade.

Idealizada pelo Clube União Maravilha, com o apoio da Prefeitura de Macuco, através da Secretaria de Esporte e Lazer, a organização foi assinada pela dupla Thiago Saboia e Wilson Brivilati. A coordenação coube a Altineu Coutinho, figura respeitada no município e que inclusive atuou como mestre de cerimônias. Seu filho, o deputado federal Altineu Côrtes, também marcou presença.

Acompanhando toda a corrida ao lado de seu vice-prefeito Marcelo Mansur, o prefeito Félix Lengruber decidiu dobrar a premiação financeira ofertada aos competidores da Categoria Atletas de Macuco. O objetivo foi incentivar o atletismo local e valorizar os esforços e desempenho dos corredores macuquenses, numa atitude aplaudida por todos os expectadores que assistiram a competição. “Faço aqui minha homenagem à família do Clube União Maravilha pela manutenção dessa corrida e pela organização impecável. Nossa meta, ao dobrar os prêmios em dinheiro doa competidores macuquenses é mostrar que a administração valoriza o esporte em todas as modalidades. Estão todos de parabéns”, declarou o prefeito.

O queniano Edwin venceu na Categoria geral masculino, tendo como segundo colocado o brasileiro Gilmar, terceiro o atleta da Tanzânia, Luciano, quarto e quinto os gêmeos Cosme Anselmo e Damião Anselmo, respectivamente.

Na Categoria Geral Feminino, vitória de Josiane da Silva, Fabiana, do Quênia, em segundo, Rejane Esther em terceiro, Viviane Amorim em quarto e a quinta colocação ficou com Jéssica.

No que tange às Categorias de Macuco, no masculino a vitória brilhante foi do corredor Émerson, com Severino obtendo a segunda colocação, Betinho chegando em terceiro, Rolinha em quarto e Ederson em quinto. No feminino, novamente a vencedora foi a atleta Maria Lídia, tendo como segunda colocada Bruna Lody, terceira Rosalina, quarto Paula Dias e quinto Bárbara Fontes.

Houve premiações também para outras categorias, entre elas por faixas etárias, equipes e infanto-juvenil, com a meninada correndo aproximadamente dois quilômetros.

Reunião entre funcionários da Saúde de Nova Friburgo determina novas diretrizes de atuação

A Secretaria Municipal de Saúde de Nova Friburgo realizou na última sexta-feira (26), no auditório do Centro Administrativo Cesar Guinle (prédio da Oi), uma reunião entre o corpo técnico de funcionários das unidades de Saúde e funcionários da Administração da Secretaria, visando o melhor funcionamento e diretrizes de atuação.

O encontro contou com a presença do Secretário Municipal de Saúde, Rafael Tavares Garcia, da Subsecretária de Atenção Básica, Sueli Scotelaro Porto, da Subsecretária de Vigilância em Saúde, Fabíola Braz Penna, além dos coordenadores de programas de saúde e diretores das unidades, postos, Estratégia de Saúde da Família - ESF, Hospital Maternidade e Hospital Municipal Raul Sertã.

O objetivo é proporcionar um melhor gerenciamento, funcionamento, atuação conjunta de todos os setores e, consequentemente, a melhoria no atendimento à população friburguense.

Segundo Rafael, “A ideia é gerenciar melhor o funcionamento de todos os setores da Saúde para proporcionar um melhor atendimento à nossa comunidade. Outra questão fundamental é nos adequarmos à realidade financeira pela qual nosso Município, Estado e País estão passando. Houve cortes e diminuições de repasse dos governos Federal e Estadual e precisamos remanejar e refazer nosso planejamento para que as contas fechem no fim do ano”, declarou Rafael.

Ordem do Dia 30/06 - Câmara Municipal

(Clique na imagem para melhor visualização)

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Nova Friburgo realiza evento para marcar o Dia Internacional de Combate às Drogas

O Dia Internacional de Combate às Drogas não passou em branco em Nova Friburgo. Um evento foi realizado na Praça Dermeval B. Moreira, na sexta-feira, 26 de junho, e contou com a presença de secretarias municipais da Prefeitura, incluindo a de Políticas sobre Drogas, e instituições que trabalham com a causa, como o Esquadrão da Vida. Representantes do 11° Batalhão de Polícia Militar e do Sanatório Naval também participaram e o vereador Gustavo Barroso representou a Câmara Municipal.

O dia 26 de junho foi determinado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1987, como o Dia Internacional de Combate às Drogas. Em 1997, a ONU criou o Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC), com o objetivo de prestar cooperação técnica aos países-membros para reduzir os problemas na área de saúde (como o HIV) e na social (como a violência) que tenham relação direta ou indireta com drogas ilícitas e o crime.

Três eixos principais da Política sobre Drogas foram tratados nesse dia: prevenção, cuidado e acolhimento, reinserção social. O objetivo da ação é mobilizar a sociedade, em especial os jovens, para uma reflexão sobre as implicações do uso de álcool e outras drogas.

A programação teve início com a fala das autoridades, como o secretário de Políticas sobre Drogas, Antonio Fagundes. Logo após, houve uma apresentação da banda de fanfarra da E. M. Bernardo Pacheco.

Na Praça Dermeval B. Moreira, diversas barracas foram montadas pelas secretarias que são parceiras no trabalho de prevenção ao uso de drogas, junto à secretaria de Políticas de Drogas, como Educação, Defesa Civil, Esporte, além das barracas da Oficina Escola e do Esquadrão da Vida. Durante o dia, os voluntários fizeram distribuição de panfletos e apresentaram os trabalhos que são desenvolvidos por eles sobre prevenção.

A barraca da Secretaria Municipal de Educação apresentou os trabalhos dos alunos do ensino fundamental. Segundo a titular da pasta, Tânia Trilha, a prevenção já é ensinada nas escolas. De acordo com a secretaria de Política de Drogas, em agosto, a Secretaria Estadual de Prevenção a Dependentes Químicos (Sepedec) estará capacitando cerca de 60 professores da rede municipal de ensino para que trabalhem de forma contínua e efetiva na prevenção para alunos dos 6° ao 9° anos. Outro trabalho importante que será realizado pela Secretaria de Educação é o levantamento de alunos que fazem uso de álcool e drogas. Esse levantamento será feito a partir de um questionário nacional.

De acordo com Antonio Fagundes, o trabalho de prevenção em Nova Friburgo está sendo feito na rede municipal e nos bairros. Em relação aos cuidados e acolhimento, o secretário disse que são realizados acompanhamentos com as famílias e ao dependente químico, levando para avaliação médica e encaminhamento para as comunidades terapêuticas, onde permanecem por 60 dias. Durante esse período, as famílias são atendidas pelos CRAS e, cumpridos os 60 dias, os dependentes voltam para uma nova avaliação com psicólogos, para saber se podem receber alta. A partir daí, é feito o trabalho de inserção social através de encaminhamento ao mercado de trabalho.

Hoje, 33 pessoas estão sob tratamento nas comunidades terapêuticas de Cachoeiras de Macacu (Esquadrão da Vida), Sana e Paraíba do Sul.

A importância do evento, segundo Antonio Fagundes, é destacar o Dia Internacional de Combate às Drogas e mostrar que em Nova Friburgo existe uma secretaria de Políticas especializada, que realiza um trabalho de prevenção, e onde as pessoas podem procurar ajuda, “pois somos, no Estado do Rio, a única secretaria especializada”, afirmou Antonio Fagundes.

O Esquadrão da Vida, que participou do evento através do pastor Muninho, que é o coordenador administrativo do esquadrão, atua há 32 anos na área com o trabalho de tratamento por internação das pessoas com dependência química, e, também, realizam a ressocialização. A sede em Nova Friburgo fica no número 270 da Avenida Alberto Braune e a comunidade terapêutica fica em Cachoeiras de Macacu. O tratamento é feito pelo modelo cognitivo-comportamental, com o período de abstinência, e medicação apropriada.

Para Muninho, a realização de um evento como o promovido pela Prefeitura na Praça Dermeval é de uma importância fundamental. Segundo disse, desde 2004, o Esquadrão vem realizando um trabalho solo. Agora, graças a essa nova visão do governo, com a criação da secretaria de Políticas Sobre Drogas, fica o desejo de que outros trabalhos sejam realizados durante todo o ano. “A secretaria está sendo fundamental, pois passamos a participar mais de eventos como esse e, nos bairros, a criação do Conselho Municipal Antidrogas foi agilizada e está se fazendo encaminhamento para tratamento. Isso não havia antes em Nova Friburgo e era muito complicado o encaminhamento para tratamento”, afirmou.

Cordeiro realiza IX Conferência Municipal de Saúde

Secretário Márcio Barbas
Na quarta-feira, dia 1º de julho, a Prefeitura de Cordeiro realiza a nona versão da Conferência Municipal de Saúde, no Centro Cultural Ione Pecly, em cima da rodoviária municipal, a partir das oito horas. A realização do evento fica por conta da Secretaria Municipal e do Conselho Municipal de Saúde.

O prefeito Leandro Monteiro e o secretário de Saúde, Márcio Barbas, receberão os convidados e realizarão a abertura da conferência, que é aberta ao público. Este ano, a organização convidou para realizar palestra a secretária de Saúde do município de Cantagalo, Vânia Huguenin.

A enfermeira Vânia Huguenin é especialista em saúde da família, saúde pública e pós-graduada em sistemas de saúde. Iniciou seus trabalhos em Cantagalo como enfermeira da Saúde da Família no PSF do bairro São José, em 1999. Além de gerente de atenção à saúde, foi coordenadora geral do Programa de Saúde da Família do município, que atualmente conta com 100% de cobertura.

Campanha de Vacinação Antirrábica Itinerante termina hoje

A Secretaria Municipal de Saúde de Nova Friburgo, através da Subsecretaria de Vigilância em Saúde e em parceria com as equipes de Saúde da Família promoveu, nos últimos dois meses, a Campanha de Vacinação Antirrábica Itinerante para cães e gatos das áreas rurais da cidade.

A campanha teve início no dia 04 de maio e termina hoje, 29 de Junho de 2015, atendendo à localidade Ponte Branca, de 8h as 16h.

A Raiva - encefalite viral aguda - é uma zoonose de etiologia viral, transmitida ao ser humano através do contato com a secreção salivar, por mordedura, lambedura e arranhadura dos mamíferos doentes. Esta doença, infectocontagiosa aguda, tem 100% de letalidade, havendo no Brasil o relato de apenas um caso convertido à eliminação viral e recuperação clínica.

Mais informações - Divisão de Vigilância em Saúde Ambiental - telefone (22) 2543-6293.

Emoção, fé e devoção a São João Batista em Macuco

Um evento que atraiu milhares de pessoas, especialmente pela programação religiosa, que este ano foi muito emocionante, numa demonstração de fé e devoção ao santo padroeiro, São João Batista, no último fim de semana em Macuco. Foram apresentadas duas missas solenes, presididas respectivamente pelo Bispo Diocesano, Don Edney Gouveia Mattoso, e pelo Vigário Episcopal, Padre Alexandre Guidio, que também responde pela Paróquia de Nossa Senhora da Piedade, em Cordeiro.

Outra passagem belíssima e presenciada por uma verdadeira multidão foi a procissão luminosa, tradicional celebração católica que percorreu, na noite de 24 de junho, diversas ruas da cidade, com os andores sendo carregados pelos fiéis sob a entonação de cânticos de louvor e graças ao Deus Pai, a Nosso Senhor Jesus Cristo, Nossa Senhora e São João Batista.

Após a celebração da missa campal, que se deu no palco principal, o local foi devidamente preparado para abrigar o show de um dos mais respeitados e conceituados artistas evangelizadores do segmento Católico, o cantor Eugênio Jorge, que com mensagens de esperança, otimismo e paz interior conclamou a multidão a orar e elevar os pensamentos e pedidos aos céus. “Ficamos muito felizes com a presença desse grande ícone da canção cristã. Foi uma benção para nossa comunidade e para toda região”, disse o Padre Wanderson, titular da Paróquia de Sã João Batista.

Depois de assistir à celebração eucarística, o prefeito Félix Lengruber, em companhia da primeira dama Michelle Faria, elogiou a organização, se congratulou com a comunidade católica e disse estar convencido de que sua terra tem realmente uma festa de respeito e tradição. “Ouso afirmar que é, sem dúvida, o maior São João do interior fluminense em todos os sentidos. Isso é fruto do trabalho realizado em parceria entre o poder público e as lideranças eclesiásticas”, disse Félix emocionado.

Emenda de Alvaro Dias extingue regra da progressividade que complica vida do futuro aposentado

O senador Alvaro Dias (PSDB-PR) apresentou emenda à medida provisória 676, editada pela presidente Dilma, que apresenta uma nova fórmula para substituir o fator previdenciário. A medida foi enviada pelo Palácio do Planalto ao Congresso após a presidente vetar emenda aprovada pelos parlamentares, que criava a fórmula 85/95 e extinguia o fator previdenciário, dispositivo responsável pelo achatamento dos benefícios recebidos por aposentados. A emenda do senador busca suprimir trecho da medida que cria a chamada “regra da progressividade”.

Pelo texto da MP 676, o segurado que preencher o requisito para a aposentadoria por tempo de contribuição poderá optar pela não aplicação do fator previdenciário e escolher a fórmula 85/95 no cálculo de seu benefício — mas ela será acrescida, de acordo com a “regra da progressividade” criada pelo governo, em 1 ponto em diferentes datas, a partir de 2017 — atrasando um pouco mais o acesso ao benefício. Assim, o trabalhador que poderia se aposentar quando a soma de sua idade e do tempo de contribuição fosse igual ou superior a 95 pontos para homens — cumprindo o tempo mínimo de contribuição de 35 anos; ou igual ou superior a 85 pontos para as mulheres — com o tempo mínimo de contribuição de 30 anos, poderá ter que abrir mão da decisão de se tornar aposentado. Isso porque, com a MP, as somas de idade e de tempo de contribuição deverão ser majoradas em 1 ponto a cada ano a partir de: 1º de janeiro de 2017, 1º de janeiro de 2019, 1º de janeiro de 2020, 1º de janeiro de 2021 e 1º de janeiro de 2022.

Na prática, da forma como foi formulada a medida provisória, um homem que completar 95 pontos em 2017 (60 anos de idade e 35 de contribuição, por exemplo) precisará de um ponto a mais para se aposentar, seja em idade ou por tempo de contribuição. Desta forma, a cada ano em que completa a idade necessária, o trabalhador perderia a oportunidade de se aposentar por conta do acréscimo de mais um ponto na fórmula de aposentadoria.

Em sua emenda, o senador Alvaro Dias pede a supressão de todo o parágrafo primeiro do artigo 29-C da medida, que cria a “regra da progressividade”. O senador afirma que com sua emenda, está promovendo a defesa dos segurados que vão se aposentar nos próximos anos e também para as suas famílias.

Considero que o governo Dilma, com o veto à medida aprovada no Congresso e a criação de uma nova fórmula para aposentadorias, tomou uma atitude de apropriação do avanço formulado pelo Legislativo, e, pior, promoveu uma deturpação da fórmula criada e aprovada no Congresso Nacional. A progressividade serve ainda para enganar o segurado, que tenderia a acreditar que a fórmula nova é benéfica quando, na verdade, com a progressividade, em poucos anos ela poderá ser mais prejudicial do que o próprio fator previdenciário, por isso defendo que na análise desta nova medida provisória, deputados e senadores possam suprimir a parte do texto que cria esta regra prejudicial aos trabalhadores”, afirmou o senador Alvaro Dias.

Prefeitura de Nova Friburgo projeta melhora no índice de Gestão Fiscal

Município ganha mais de 1.000 posições no ranking nacional e 15 no estadual

No dia 18 desde mês de junho o FIRJAN divulgou o seu IFGF (Índice FIRJAN de Gestão Fiscal) tomando como base os relatórios financeiros de 5.243 municípios no ano de 2013. Dentre as 92 cidades do Estado Rio de Janeiro, Nova Friburgo ficou com 14º lugar, com média de 0.66 e conceito B, mas o atual governo projeta melhoria significativa dos números, através de muito trabalho para os próximos anos.

O IFGF é baseado em cinco indicadores - Receita Própria (0.49), Gastos com Pessoal (0.59), Investimentos (0.45), Liquidez (nota máxima – 1.0) e Custo da Dívida (0.8) - e tem uma metodologia que permite tanto comparação relativa quanto absoluta, ou seja, o índice não se restringe a uma fotografia atual, podendo ser comparado ao longo dos anos. Sendo assim, é possível especificar com precisão se uma melhoria relativa de posição em um ranking se deve a fatores específicos de um determinado município ou à piora relativa dos demais.

Dentro os indicadores, Nova Friburgo se destacou em Liquidez - mostra quanto dinheiro o município tem em caixa para fazer frente aos seus compromissos, e no Custo da Dívida, ambos com “conceito A”. De acordo com o Secretário de Finanças, Planejamento, Desenvolvimento Econômico e Gestão, Juvenal Condack, a situação poderia ser muito melhor, não fosse o que ele chama de “herança maldita” deixada por governos passados.

É ruim assumir dívidas do passado. As principais dizem respeito ao FGTS, ao não recolhimentos do INSS e não recolhimentos do PASEP. Basicamente, são essas as três rubricas que somadas, segundo informação da Receita Federal, superam R$ 90 milhões. Esse é o tipo da dívida que se fosse quitada na época, teria como desembolso apenas o seu principal. Como ela não foi paga na época, hoje nós a estamos pagando com juros, multas e correção monetária. Isso é exponencial e essa é uma situação preocupante e é o que não nos dá excelência no Custo da Dívida. Mas apesar de tudo, ainda estamos muito bem. Porém, poderíamos estar muito melhores se não houvesse essas dívidas do passado que nós estamos quitando atualmente”, informou o Secretário de Fazenda.

Nova Friburgo ainda tem margem de crescimento em outros índices, que devem ser o foco daqui para frente, já que o Custo com Pessoal está ligado diretamente a Investimentos, pois quanto mais o orçamento é comprometido com a folha salarial, menos poder de investimentos o município tem. O maior desafio neste momento é equilibrar essa balança diante da queda de arrecadação provocada pela diminuição dos repasses dos Governos Estadual e Federal.

As quedas nos repasses Estaduais e Federais interferem diretamente na folha salarial, porque controlado pela Lei de Responsabilidade Fiscal você tem que manter o município abaixo dos 54% da receita com o custo de pessoal. Como as receitas caíram, com o mesmo custo de pessoal temos um percentual maior”, explicou Juvenal Condack.

A Prefeitura de Nova Friburgo já vem atuando com afinco e projeta como principal melhora para os próximos anos o aumento da Receita Própria. Ainda em 2013, a prefeitura criou junto om a Consultoria Falconi, o Mutirão da Dívida Ativa.

Este ano foi aprovada a lei para facilitação da Regularização dos Imóveis e, agora, foi criado o Escritório de Cobrança, que visa recuperar o dinheiro de impostos e dívidas que não foram pagas ao município. Hoje, a inadimplência está em torno de 30%, o que prejudica diretamente a arrecadação do município e afeta negativamente quase todos os indicadores do índice.

Apesar das dificuldades enfrentadas como a “herança maldita”, o alto índice de inadimplência no município e a informalidade, a Prefeitura de Nova Friburgo alcançou sua melhor posição no Índice de Gestão, ficando em 369ª lugar dentre 5.243 municípios de todo o Brasil, melhorando mais de 1000 posições no ranking nacional com relação a 2012, quando ficou em 1535º lugar. Dentro do estado, o município saiu de 29ª para ocupar a 14ª colocação, demonstrando o comprometimento do Governo Rogério Cabral com a responsabilidade fiscal e o futuro de Nova Friburgo.

As ações estão sendo elaboradas e postas em prática após longas discussões, com muita responsabilidade, para que o sucesso seja obtido, assim, equilibrando as contas do município sem ter que aumentar impostos e onerar ainda mais o contribuinte friburguense.

Isso aqui é o trabalho e esforço de uma equipe inteira. Nós, da Secretaria de Fazenda, de Meio Ambiente, a Procuradoria e o Controle Interno, temos um trabalho em conjunto que leva a esses resultados. Se continuarmos com uma equipe motivada, todas as secretarias envolvidas com essa vontade de gastar melhor o dinheiro do contribuinte, certamente vamos melhorar nesses índices. Eu acho que esse “conceito B”, com um pouco de dedicação, podemos levá-lo para um “conceito A” de excelência. Quatro anos de governo é pouco para traçar um planejamento deste tamanho e ainda apresentar os resultados positivos. Mas ficamos muito felizes em saber que as medidas tomadas estão rendendo bons resultados em tão pouco tempo”, comemorou o Secretário Juvenal Condack.